jump to navigation

Bibliografia de São Padre Pio outubro 8, 2007

Posted by lilaliss in curiosidade.
trackback

“À proteção materna da Virgem e de São Padre Pio de Pietrelcina confiamos o caminho de santidade de toda a Igreja no inicio do novo milênio ” (Papa João Paulo II – Ângelus 16/06/2002).

Francisco Forgione: nasceu em 25 de Maio de 1887, e viveu uma infância alegre servido pelo carinho dos pais, irmãos e parentes.

Seus Pais: Grazio e Maria Josefa, moravam em Foggia na Itália, viviam do cultivo da terra.

Marcado pelos sinais de Deus:

Conta sua mãe Maria que a criança Francisco, não podia ser deixada só, principalmente no escuro, pois chorava muito, mais tarde São Padre Pio, vêm explicar que já nesta época recebia visitas noturnas, daquele que mais tarde chamaria “Barba Azul”, que já previa que aquela criança seria especial para o Reino de Deus.

Aos 05 anos, ocorreu-lhe a idéia de se consagrar para sempre a Deus, foi quando teve inicio em sua vida as visões e visitas do Sagrado Coração de Jesus e Nossa Senhora, e principalmente de seu Anjo da Guarda, a quem com carinho durante toda sua vida São Padre Pio vai chamar de “o amigo de minha infância”.

Brincadeira favorita: Montar presépios, e isto a fazia o ano inteiro.

Sentiu o chamado à vocação: Já adolescente, sua família recebei a visita de Frei Camilo, Capuchinho que bateu à porta dos Forgione para pedir ajuda. O jovem Francisco ficou fascinado com o Frei, especialmente com sua longa barba, vestimenta e ar de santidade, então exclamou: “quero ser frade…e com barba”. Quando contou a seus pais seu desejo, ficaram imensamente felizes e seu pai então correu para contar ao Pároco.

Francisco era um adolescente normal, muito reservado, mas tinha seus amigos, estudava, e chegou a receber várias cartinhas de possíveis pretendentes, certa vez escreveu sobre este momento de sua vida:

“Eu sentia em mim duas forças a si debaterem entre si e a me dilacerarem o coração. O mal que me queria para si e Deus que me chamava para uma vida nova”

Em 06/01/1913, ingressa no Convento dos Frades Capuchinho, que são os que conservam com austeridade as Regras Franciscanas: pobreza, castidade e obediência, que irão acompanha-lo até o fim de sua vida.

Quando de seus votos, recebe o nome de Frei PIO (Pio, quer dizer Santo), também em homenagem à São Pio V.

Tem uma Visão extraordinária: Um homem de branco, belo e majestoso, o toma pela mão e lhe diz: “Venha comigo, pois deverá combater com valoroso guerreiro”. Vê dois grupos: “Um de pessoas com vestes brancas e reluzentes e outro grupo de vestes negras e de aspecto horrível. De repente um destes seres horripilantes o maior deles, que chegava a tocar o céu com a cabeça, vêm para desafiar e lutar com Frei Pio. Frei Pio sente medo, mas seu amigo luminoso lhe diz: “coragem lute, estarei contigo”… E São Padre Pio até o fim de sua travará uma forte luta com o chefe das trevas, e saíra vitorioso. A vida e a missão do Padre Pio testemunharam que as dificuldades e os sofrimentos, se forem aceitos por amor, transformam-se num caminho privilegiado de santidade, que abre perspectivas para um bem maior, que só Deus conhece, sua vida foi “a glória da Cruz”.

O coração de São Padre Pio, sempre foi cheio de amor e compaixão por Jesus Crucificado, sofria febres altíssimas que chegava a superar 50 graus, que não podiam ser medidas em termômetros comuns, o fogo de amor de Jesus o consumia. Certa vez ficou por vinte dias só se alimentando de água e da Santa Eucaristia.

Em 10/08/1910, se ordena Sacerdote, a caridade era seu principio inspirador, “amar a Deus e faze-lo amar, crescer e fazer crescer a caridade”.

Em 05/08/1918, como Santa Tereza D’Ávila e São João da Cruz recebe a “Transveberação no coração”, ou seja seu coração é transpassado por flecha inflamada do Amor de Jesus, que causa uma ferida profunda na Alma do escolhido, elevando-a a um nível superior de espiritualidade. São Padre Pio, narra que “enquanto confessava os jovens, teve a visão da aproximação de um ser alado que com uma lança muito afiada transpassa-lhe o coração, ferindo sua alma.”

Em 20/09/1918, numa sexta-feira, após levantar-se de uma enfermidade, justamente para participara das celebrações do recebimento dos estigmas por parte de seu Pai Francisco de Assis, após a missa S. Padre Pio estava orando no coro da Igreja de N. S. Graças, e de repente vê se aproximar Jesus, todo chagado, e de suas chagas saem em sua direção focos de luzes fortíssimas, que o toca ferindo-o quase que mortalmente. S. Padre Pio fica desacordado, e quando volta a si, com uma dor profunda na alma percebe suas, mãos, pés e o lado, sangrando, é Jesus, que lhe havia presenteado com suas chagas, sinais visíveis da Cruz. “Pensei que iria morrer”, diz S. Padre Pio, e escondido consegue se arrastar até sua cela, “para agradecer e cantar hinos a Deus”. Por um tempo manteve em segredo o ocorrido. Disto diz em seus escritos: “Imagine a agonia que vivi e experimento a cada dia, as chagas sangram constantemente, especialmente com mais intensidade de quinta a sábado”. Começa então o Calvário de São Padre Pio, e sua união intima com Jesus Crucificado.

Vítima de enganos e injustiças, é caluniado e acusado de forjar os estigmas, sofre muitas repressões. Mas sua vida de resignação e obediência a Deus e à seus superiores, além dos incontáveis milagres que acompanharão seu Ministério darão o verdadeiro juízo sobre sua causa.

Proteção dos Estigmas (operação de hérnia sem anestesia): A Cúria havia determinado que somente com autorização expressa do Vaticano, Padre Pio poderia expor as chagas. Assim quando acometido de fortes dores abdominais que o estavam impedindo de celebrar os Sacramentos, pede a seu amigo pessoal Dr. Jorge Festa, que foi um dos primeiros especialistas a examiná-lo e a dar suas chagas como sobrenaturais, que o examinasse. Dr. Festa percebe a existência de uma hérnia e que precisava de operar urgente, comunica a São Padre Pio, que concorda em operar, mas avisa que seria sem anestesia, para não correr o risco de que examinassem suas chagas, quando desacordado.

Dr. Festa faz então a operação sem anestesia, não consegue suportar a dor, reza dessa forma: “Jesus perdoai-me, se não sou capaz de sofrer como deveria” . Quando este está desacordado, Dr. Festa, depois contaria, “aproveitei para examinar a chaga de seu lado (no coração) e estava da mesma forma, como há anos atrás havia examinado”.

De suas chagas emanavam um doce perfume, às vezes de rosas, às vezes de jasmim, que muitos puderam sentir, quando recebiam suas visitas, principalmente nas bilocações, e até hoje se pode sentir àqueles que por graça de Deus recebem sua especial intercessão. São Padre Pio exalava “odor de Santidade”, muito conhecidos como : Perfumes de São Padre Pio.

Dons do Espírito Santo: Deus conferiu a São Padre Pio inúmeros dons para enriquecer seu Ministério Sacerdotal :

Conhecimento Sobrenatural: Podia ver o mundo espiritual à sua volta, e principalmente sentir o que se passava na alma das pessoas, podia ver seus pecados e intenções. Isto o ajudava muito, nas confissões e celebrações:

– Não ministrava a comunhão para a pessoa que não estivesse em estado de graça, convidava-a a se arrepender e confessar-se após a missa.

– Não absolvia quem realmente não se arrepende-se de seus pecados, pois muitos o visitavam no Confessionário apenas por curiosidades. Muitíssimos casos ocorreram, vamos citar dois curiosos:

1- Um jovem rico, vivia com sua mãe já idosa e mantinha por muito tempo relações sexuais com sua empregada. Á convite de um amigo e por curiosidade foram ver Padre Pio. Quando este estava na fila do Confessionário, Padre Pio, saiu, fixou-lhe o olhar e lhe disse com severidade: “Porco, como pode viver no pecado e vir até aqui, vá primeiro regularizar a situação com sua empregada depois você volte”. Isto embaraçou o jovem que sem saber o que pensar, com vergonha se afastou. Depois caiu em si, voltou confessou-se e prometeu regularizar sua situação. Voltou mais tarde e pediu que S. Padre Pio celebrasse seu casamento.

2- Um homem que fazia parte de uma organização criminosa, de tanto sua mulher insistir levou-a para se confessar com Padre Pio, e arquitetou em sua mente, de na volta assassiná-la, pois não queria mais viver com ela, simularia um acidente. Quanto este também se aproximou de Padre Pio, em meio a uma multidão, ficou surpreso e assustado, quando ouviu com voz severa: “Seu canalha, como pode passar pela sua cabeça dar cabo de sua esposa, saía já daqui, antes que lhe ponha para fora, e só volte quando se arrepender”. Na verdade todos que São Padre Pio, mandasse embora, rezava com especial carinho pela pessoa até que voltasse. E assim foi com aquele homem, arrependido, voltou pediu perdão a Deus, e se confessou, após receber a absolvição, São Padre Pio lhe falou: “é verdade que não tens filhos”… o homem complementou, “não, minha esposa não pode”…”no próximo ano, voltarás e trarás um filho nos braços”, disse S. Padre Pio. E assim foi, o casal se reencontrou com o amor, e depois de um ano levaram o menino para ser batizado por São Padre Pio . Deram-lhe o nome de Pio, que mais tarde veio a se tornar sacerdote.

Levitação: Por muitas vezes foi avistado nesta situação, quando se punha em oração ou necessitava de alguma emergência. Vamos citar dois casos:

  1. Certa vez, precisamos se locomover da Igreja para sua cela, como havia muita gente, o fez caminhando pelo alto, por cima das pessoas.
  2. Na Segunda Guerra Mundial, havia nas proximidades do Convento em San Giovani Rotondo, um depósito de munições dos italianos. Uma esquadrilha Norte Americana foi designada para bombardear o local. Tentaram por mais de uma vez, mas quando sobrevoavam o Gárgano, as bombas inexplicavelmente eram desarmadas e puderam ver um Frade levitando no ar a acenar pedindo em gestos que retornassem. Por último o Capitão da Esquadrilha foi ver pessoalmente e ocorreu o mesmo, mandou então suspender a ação da esquadrilha. Em seguida acabou a Guerra, e então sabendo que existia um Frade que fazia milagres na região, foram os americanos averiguar. Quando Padre Pio os avistou chegando no Convento foi ao encontro deles e os advertiu, para que não repetissem tais ações. O Capitão ajoelhou-se aos seus pés, beijou-lhe as mãos, e todos os americanos que eram evangélicos, se converteram.

Invisibilidade: Por várias vezes quando foi preciso, passou da Igreja de N. S. das Graças para sua cela, sem que a multidão o notasse.:

Bilocação: Por várias vezes foi visto em outros lugares, até mesmo fora da Itália, sendo que por uma única vez saiu de San Giovani Rotondo. Foi visto na Canonização de Santa Teresinha do Menino Jesus, em Roma, sem sair do Convento. Conta-se que por um período de um ano inteiro foi visto no Vaticano, período este que São Padre Pio acompanhou sua irmã que era religiosa.

Um fato histórico extraordinário, foi quando ao terminar a II Guerra, e a Itália ter se rendido, o General do Exército, chamado Sr. Cadorna, se sentindo humilhado, entrou em seu quarto, trancou a porta e tomou uma arma para se matar, quando foi apertar o gatilho, foi interrompido por São Padre Pio, que lhe chamou a atenção impedindo-o de se matar. Veio até o Uruguai, ma América do Sul, para atender um Bispo que havia pedido a São Padre Pio, assistência na hora da morte.

Curas e milagres: Deus concedeu inúmeros milagres de curas físicas e espirituais:

A mãe que resolveu viajar com seu filho recém-nascido para pedir a cura de uma doença rara para São Padre Pio. Logo que se iniciou a viajem de trem a criança veio a falecer. Aquela mãe tomou o filho morto e o fechou dentro de uma mala e seguiu viajem. Ao chegar ao Convento Padre Pio a recebeu e sem que a mulher lhe falasse, pediu que ela abrisse a mala, dizendo:” seu filho precisa respirar” e assim ressuscitou a criança.

Um dos milagres mais conhecidos de São Padre Pio, foi a cura de uma menina cega, chamada Gema, que não possuía a “pupila (menina)” dos olhos. Padre Pio fez-lhe o sinal da cruz na testa e iInexplicavelmente a menina passou a enxergar normalmente, sem mesmo ter a pupila dos olhos. Mais tarde esta menina veio a ser religiosa.

Ieregnosia: São Padre Pio, sabia se um objeto de devoção por exemplo um terço, uma imagem já havia ou não sido abençoada e da mesma forma se um homem era ou não sacerdote.

Seu Projeto na Terra: Construir um Hospital

Em 09 de janeiro de 1940, Padre reuniu três de seus grandes amigos espirituais e lhes propôs um projeto grandioso de Construção de um grande hospital, que se chamará: “Casa Alívio do Sofrimento”. Padre Pio, sacou uma moeda do seu bolso, que havia recebido como doação e disse: “Esta é a primeira pedra”:

Recebeu doações em grandes vultos de pessoas do mundo inteiro.

Em 05 de maio de 1956, foi inaugurado o hospital com a benção do Papa Pio XII, e hoje é um mais equipados e sofisticados hospitais do mundo.

Seu Projeto para o céu:

Grupos de Oração:

Fundou em 1939, vindo de encontro ao pedido do Papa Bento XV, os Grupos de Oração de São Padre Pio, e prometeu especial oração e assistência a todos os seus filhos espirituais que dele participassem:

Promessa de amor:

Um dia uma filha espiritual lhe perguntou: “Jesus lhe mostrou os lugares no céu onde ficaram seu filhos espirituais? Padre Pio respondeu: “Claro, um lugar para todos os filhos que Deus me confiar até o fim deste mundo, se forem constantes no caminho que leva ao céu. É a promessa que Deus fez a este miserável”.
“E nos céu, estaremos perto de ti Padre Pio?” “Ah, tontinha…e que Paraíso será para mim se não estiver perto de todos os meus filhos?” A menina falou:”Porém tenho medo da morte”. Respondeu Padre Pio: “O amor exclui o temor. A chamamos morte, porém na realidade é o inicio da verdadeira vida. Se eu lhes assisto durante a vida, quanto mais os ajudarei na batalha decisiva”.

Profetizou a Karol Wojtyla que seria Papa.

Quando o Sacerdote polonês Farol Wojtyla visitava a Itália, sempre que podia, visitava a San Giovanni Rotondo para confessar- se com o Padre Pio. Em uma dessas ocasiões, o Padre Pio pareceu entrar em um breve êxtase e lhe disse: “Vás a ser Papa” e continuou: “Também vejo sangue e martírio em sua vida”…

Em 13 de maio de 1981, ocorreu o atentado contra aquele mesmo Sacerdote Polonês, já Papa João Paulo II. O sangue foi derramado. Este mesmo Papa canoniza a Padre Pio, vinte e um ano mais tarde em 2.002 (16/06).

A profecia de Padre Pio coincide com al mensagem da terceira parte do Segredo de Fátima, revelada somente depois do atentado.

O Sacrifício da Santa Missa: Perguntaram-lhe certa vez: “O que é a Santa Missa? Respondeu São Padre Pio : é Jesus no Calvário, com Maria nossa Mãe a seu lado e João aos pés da Cruz, e os anjos em adoração. Choremos de amor e adoração nesta contemplação”. :

Celebrava com certa dificuldade devido aos estigmas, mas fazia-o com tanto amor que a todos os presentes fazia sentir o céu, celebrações que chegavam a durar até duas horas de duração. “O mundo pode existir sem o sol, mas nunca sem o Sacrifício da Missa”, dizia São Padre Pio.

Grande Confessor, que chegava a atender os pecadores e a conferir-lhes a misericórdia de Deus, por ás vezes 14 horas por dia. Ao longo de seu Ministério mais de 1.200.000 pessoas foram absolvidas.

Foi Consolador de Jesus Eucarístico, e toda sua vida foi ser um “humilde instrumento na mão de Jesus”.

Escreveu em seu Epitolário Primeiro (282) ” Ouça,caro padre os lamentos de nosso Dulcíssimo Jesus: deixam-me sozinhos de noite, sozinho de dia nas igrejas. Não cuidam mais do Sacramento do Alar, nunca se fala deste Sacramento de Amor, e mesmo os que falam, infelizmente, com que indiferença, com que frieza!

(283)”O meu Coração, diz Jesus, está esquecido. Já ninguém se preocupa com o meu amor. Estou sempre triste…deveriam Consolar meu Coração cheio de amargura…”Diz São Padre Pio: “Como me faz mal ver Jesus chorar”…

(284) “…me apareceu Jesus, totalmente maltratado e desfigurado…ver Jesus angustiado causa-me grande sofrimento”…vêm dizer-lhe Jesus:

“Meu filho, não creias que a minha agonia tenha sido de três horas, não. Por causas das almas por mim mais beneficiadas, estarei em agonia até o fim do mundo. Durante o tempo da minha agonia meu filho, não convém dormir. Minha alma vai a procura de algumas gotas de piedade humana; mas aí de mim! Deixam-me sozinho sob o peso da indiferença”

Vai acrescentar ao final São Padre Pio:

Infelizmente Jesus tem razão de se queixar de nossa ingratidão”…

Filho Dileto de Nossa Mamãe Maria Santíssima.

Costumava chamar a Virgem Santíssima de “Mamãe Celestial”, certa vez disse: “que se um milhão de crianças rezasse o Rosário, o mundo não seria o mesmo”.

Em 20 de setembro de 1968, quando se celebrava 50 anos do recebimento dos estigmas, quando também se celebrava o quarto Congresso de seus Grupos de Orações, durante a missa inexplicavelmente a os estigmas desapareceram. Já bastante debilitado e numa cadeira de Rodas celebra aquela que seria sua última santa missa na terra.

Três duas depois, todos sentem sua hora de ir para a casa do Pai. Por horas, vai repetindo a jaculatória: “Jesus, Maria! Jesus, Maria!”, após renovar seus votos Franciscanos, exclama!: “Vejo minhas duas Mães”…e ás 02:30 de 23/09/1968, entra para a glória do céu…

Algumas Frases de São Padre Pio de Pietrelcina:

” A oração é o pão e a vida da alma é ar do coração…quero ser apenas um frade que reza” . “A oração é a nossa maior arma é a chave que abre o coração de Deus” .

“É preciso amar, amar e nada mais” . “O verdadeiro servo de Deus é aquele que usa a caridade para com seu próximo, que está decidido a fazer a vontade de Deus a todo custo, que vive em profunda humildade e simplicidade”.

“São Padre Pio, Pai Espiritual do Projeto Crescer, rogai por nós…sustentai-nos na fé, ajudai-nos por Maria Santíssima nossa Mamãe, e por São José nosso Padroeiro, a seguirmos seu exemplo de amar e consolar Jesus Crucificado de Amor por nós na Santa Eucarístia, e a servi-lo no pequenino, vivendo o equilíbrio entre a ação e a contemplação”. Amém.

http://blogpassiondomini.blogspot.com/

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: