jump to navigation

ditados populares agosto 19, 2009

Posted by lilaliss in frases, proverbios.
trackback

O adeus é o fim da esperança e o começo da saudade.
O amor é igual ao sol: a nuvem cobre, mas não apaga.
O amor faz passar o tempo e o tempo faz passar o amor.
O amor não sendo firme, por qualquer coisa varia.
O assassino da distância, o acumulador da saudade.
O bom tanque não faz xixi na estrada.
O Brasil espera que cada um cumpra com seu débito.
O caminho da volta é fácil.
O chifre é como consórcio. Quando você menos espera, é contemplado.
O homem é como bicicleta, quando pára cai.
O homem nasce, cresce, fica bobo e casa.
O homem pensa, a mulher dá o que pensar.
O homem vence pela coragem e a mulher pelo carinho.
O inferno é uma série de diabos, a mulher uma série de infernos.
O maior peso do mundo é uma mulher leviana.
O mundo não vale o meu lar.
O poste é o limite.
O pouco que eu te vejo me ajuda a viver.
O problema do menor é o maior do Brasil.
O que bota pobre pra frente é topada.
O que levanta a cabeça do pobre é avião.
O que se escreve com a pena nem a machado se desfaz.
O terror da morte é a sentinela da vida.
O teu chamego não é amor, é labareda.
Soutien e caminhão velho, só usa quem tem peito.

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: