jump to navigation

As melhores armas para parecer 10 anos mais jovem dezembro 29, 2009

Posted by lilaliss in curiosidade, saude.
trackback

PX028019.jpgConheça técnicas de última geração para deixar o seu rosto lisinho, macio, suave. Os tratamentos são simples e irão deixar a sua pele perfeita

Para chegar aos 30 com pele de 20
Nessa fase começa a ser cobrado o preço dos anos de exposição ao sol na forma de manchas, sardas e linhas de expressão sutis. O cansaço físico merece atenção, já que sob estresse a cútis ganha olheiras e perde o viço. Com os cuidados corretos, é possível eliminar os problemas.

Tratamentos que valem a pena

– Fraxel: laser que permite o rejuvenescimento fracionado, ou seja, somente nas áreas prejudicadas, mesmo as muito pequenas. Ideal para reverter manchas de sol, rugas finas, linhas de expressão e cicatrizes de acne. São necessárias, em média, cerca de cinco sessões para conseguir resultados satisfatórios.

– Peeling de cristal: provoca uma descamação superficial e minimiza manchas e cicatrizes discretas por meio do lixamento da pele. Recomenda-se fazer uma sessão a cada oito dias, durante seis semanas.

– Pó de pérola: máscara aconselhada para peles ressecadas, desvitalizadas, cansadas e desnutridas, tem ação clareadora, anti-radicais livres e antibactericida. O tratamento exige, no mínimo, cinco sessões semanais, mas a pele fica sedosa e mais clara logo na primeira.

– Vitamina C injetável: basta uma única aplicação em torno dos olhos para clarear olheiras. Quanto mais sessões, melhor a aparência.

– Cool Touch: laser cuja energia é liberada pela ponteira por meio de um spray gelado. Combate os primeiros sinais de flacidez cutânea e de envelhecimento, além de tratar cicatrizes de acne. É possível fazer 15 sessões, uma por mês.

– Dermawave: se você abusou do sol e agora sofre as conseqüências, vai amar este equipamento que reúne as técnicas do ultra-som (ondas sonoras) e eletroterapia (ondas elétricas). Dez aplicações, uma ou duas vezes por semana, reestruturam os tecidos, ativam o colágeno e atenuam as manchas.

– Starlux: laser que elimina manchas e sardas e remove com sucesso aqueles vasinhos indesejáveis nas maçãs do rosto e no nariz. São necessárias de quatro a seis sessões, com intervalos mensais.

– Vinhoterapia: máscaras à base de vinho, cuja composição é rica em polifenóis (elementos antioxidantes), servem para amenizar os primeiros sinais, além de hidratar e revitalizar a cútis.
As cirurgias mais indicadas

– Rinodinâmica: a operação devolve a harmonia àquelas que, quando sorriem, parece que a ponta do nariz “encosta” no lábio superior, deixando à mostra a gengiva e envelhecendo a aparência. Com anestesia local, a incisão é feita nos músculos relacionados ao movimento, na mucosa do lábio superior. O resultado é um rosto harmônico.

Para chegar aos 40 com pele de 30
Na idade da loba, a perda de firmeza e de elasticidade da pele do rosto e do pescoço começa a se tornar visível, assim como as marcas em torno dos olhos. Técnicas que estimulam a produção de colágeno e procedimentos cirúrgicos simples devolvem o tônus e reduzem as rugas de maneira natural.

Tratamentos que valem a pena

– Máscara de rubi: peeling de quatro camadas de ácidos despigmentantes (láctico, azelaico e vitamina C, por exemplo) e aditivos (vitamina K e retinol) removem manchas de sol, clareiam cloasmas e melasmas e dão brilho e vitalidade ao rosto.

– Quantum: aos 40, a firmeza do pescoço começa a ser prejudicada. Este laser, que utiliza o princípio da luz pulsada, age nos níveis profundo e superficial da pele, estimulando o colágeno e melhorando a tonicidade. O número de sessões varia conforme o caso.

– Accent: equipamento de radiofreqüência, emite ondas que combatem a perda do tônus do contorno do rosto e do pescoço, com conseqüências positivas para a sustentação da pele. Cerca de quatro sessões apresentam resultados.

– DMAE Injetável: são injeções da substância tensora que podem ser aplicadas na camada superficial da derme ou no músculo, promovendo um efeito lifting imediato. A longo prazo tem benefício cumulativo, pois melhora a firmeza.

– Fio biológico: confeccionado com poliuretano, derivado do óleo de mamona, pode ter de 8 a 12 cm de comprimento e lembra uma espinha de peixe. O médico o coloca no tecido celular subcutâneo, com anestesia local, e a “levanta”. É autodegradante e estimula a produção de colágeno durante dois anos.

– Isogei: esse aparelho de origem italiana promove a torção e a contração da musculatura facial, enrijecendo-a. A aplicação de máscaras tensoras, na seqüência, potencializa o resultado. O número de sessões depende do estado da cútis.
As cirurgias mais indicadas

– Helpmed Advanta: o nome se refere, na verdade, a tirinhas confeccionadas com politetrafluoretileno expandido (ePTFE), material implantado definitivamente na região nasogeniana (o odiado “bigode chinês”) ou nas preguinhas em cima dos lábios, comuns em quem fuma. Requer anestesia local e apresenta efeito muito duradouro.

– Minilifting: indicado para peles que ainda têm uma certa elasticidade, reduz linhas suaves de expressão. É feito um corte na parte da frente da orelha, que permite puxar a pele do rosto no sentido vertical, fazendo sumir as ruguinhas. O médico decide o tipo de anestesia.
Os melhores cremes
Cosméticos com DMAE e com substâncias estimuladoras do colágeno são obrigatórias nessa fase da vida para quem deseja continuar sempre bela. Dê preferência a produtos anti-rugas, mais concentrados e de efeito lifting, que têm efeitos imediatos e a longo prazo.

Para chegar aos 50 com pele de 40
A flacidez cutânea é mais acentuada no pescoço, e as rugas são bem encrustadas. Vale a pena investir em preenchimentos, peelings profundos e em métodos com resultados duradouros, como a toxina botulínica.

Tratamentos que valem a pena

– Ácido hialurônico: substância de origem animal (encontrada até no nosso organismo), é injetada nos lábios para rejuvenescê-los de forma natural, preenchendo as ruguinhas finas e aumentando o volume. O número de sessões, que exigem anestesia local, varia conforme cada caso.

– Bioplastia: trata-se de um preenchimento (com anestesia local) à base de polimetilmetacrilato (PMMA), substância aceita sem problemas pelo organismo, com microcânulas. Serve para remodelar o rosto e disfarçar sulcos e marcas profundas.

– Peeling profundo: à base de fenol ou laser de CO2, atinge as camadas mais profundas da pele e, portanto, é necessário anestesia local. Leva à formação de crostas, que proíbem a exposição solar e demoram até 21 dias para cair. O resultado é uma pele sem manchas, mais lisa e livre de rugas finas.

– Toxina botulínica: componente químico aplicado no nervo dos músculos responsáveis pela contração facial com o objetivo de paralisá-los temporariamente (seis meses, em média). É necessário cautela: mais que duas aplicações por ano podem resultar em perda da expressão do rosto ou enfraquecimento dos músculos.

– Thermacool: é uma técnica cara, mas extremamente eficiente, pois o efeito de uma única sessão dura dois anos. São ondas eletromagnéticas que aquecem o colágeno, enrijecendo a pele remodelando-a. O estímulo é tão forte que a produção de colágeno fica estimulada por seis meses.

– Sculptra: produto injetável à base de ácido poliláctico. As substâncias reagem com a própria pele e revitalizam o rosto, diminuindo a flacidez e atenuando rugas finas. Bastam três sessões, com intervalos de um mês. O efeito dura dois anos.
As cirurgias mais indicadas

– Rinoplastia: serve para levantar a ponta do nariz sem modificar a base. Em geral, parte da cartilagem é raspada ou sofre pequenas incisões. O tipo de anestesia varia conforme a paciente.

– Blefaroplastia: tem de dois tipos, a inferior e a superior. A primeira consiste na remoção daquelas indesejáveis bolsinhas de gordura sob os olhos por meio de um corte por dentro da raiz inferior dos cílios. Já a blefaroplastia superior elimina o excesso de pele das pálpebras. A anestesia é local.

– Lifting: ideal para esticar rugas profundas e puxar o excesso de pele flácida da face ou do pescoço. Requer sedação e anestesia geral. A incisão é feita na região das têmporas, dentro do couro cabeludo. O resultado definitivo só aparece depois de seis meses, tempo necessário para a maturação das cicatrizes.

Fonte: Revista Uma/Ed. 67

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: